Gerou Lucro?

  Estamos na terceira parte de nossa série de matérias que falam sobre o Fechamento Mensal e sua importância na gestão da empresa. Abordaremos esta semana um tópico que deixa muitos administradores de cabelos em pé. Nesta minha trajetória já vi empreendedores que faturavam muito alto na empresa, porém, quando entendiam o que era o lucro de verdade, viam sua empresa em apuros financeiros e a ponto de declarar falência. Bom, vamos lá!

  Gerou Lucro? Essa é questão fundamental a ser respondida! Afinal, o objetivo principal da empresa é gerar lucro, não apenas vender. No fim das contas, é o lucro que irá definir se o investimento na empresa é compensador para os proprietários.

  Apesar de ser fácil entender a importância do lucro, medi-lo pode não ser tão fácil. Olhar o dinheiro em caixa da empresa não é suficiente para saber se houve lucro.

  O primeiro problema vem quando o proprietário usa a mesma conta bancária, cartão de crédito ou outros meios misturando gastos pessoais e da empresa. Isso deve ser evitado totalmente.

     Agora digamos que você já tem esse controle separado, então basta olhar o dinheiro em caixa da empresa (todo o dinheiro líquido, seja em espécie seja na conta bancária) para saber se ela teve lucro? Não, ainda não basta!

     É preciso levar em conta outros fatores como por exemplo: o estoque. Digamos que a empresa é importadora e os produtos demoram muito a chegar. Talvez essa empresa faça compras a cada três meses apenas. Caso essas compras sejam pagas à vista, o fluxo de caixa da empresa terá picos de saídas de dinheiro.

     No entanto, compra de produtos não é bem um gasto. O produto passa a ficar em estoque. Então a empresa tem de levar em conta esse estoque. Empresas maiores fazem o balanço patrimonial, onde é controlado inclusive compras de produtos que não serão vendidos, como os computadores que a empresa usa.

inventario

     Apurar o lucro exato pode ser um pouco complexo, mas se a empresa fizer um controle com todos os registros das vendas, todos os gastos fixos e todos os gastos variáveis, ela poderá ter um valor bem aproximado.

    Ou seja, aqui entra o controle não apenas das vendas, mas também – e principalmente – o controle financeiro. Controle esse que é muitas vezes deixado de lado pelas empresas menores, sendo talvez o maior problema de gestão entre essas empresas.

    Lembrando que nossa ferramenta de Inteligência Artificial consegue lhe mostrar como está seu controle de lucros? 

     A conquista de novos clientes é fundamental para dar nova vida a carteira do vendedor. É com novos clientes que ele pode suprir a perda de um cliente antigo, ou acelerar o crescimento de suas vendas. Falaremos mais sobre isso em: O que esperar dos próximos meses.